Saiba como as redes sociais podem ajudar a sua empresa

Cada uma possui suas ferramentas e é voltada para um público específico. Entender as diferenças é um importante passo na hora de investir em marketing de conteúdo

 

Se você tem um negócio e já percebeu que as redes sociais são ferramentas quase que obrigatórias para se manter forte no mercado e estabelecer uma proximidade maior com o cliente, então você já largou na frente. Mas sabia que cada rede social tem um tipo específico de público e conteúdo? Identificá-los bem é o primeiro passo para uma campanha mais certeira.

 

Sair criando perfis em todas as redes sociais sem qualquer planejamento é um esforço jogado fora, principalmente por você não conhecer a verdadeira função de cada uma delas. Os bons resultados dificilmente vêm quando você não sabe exatamente o que está fazendo, isso é fato. Se sair postando o que vem à mente não é uma boa tática, então qual é?

 

Primeiro, vamos conhecer um pouco das principais redes sociais que temos hoje. Algumas diferenças são o tipo de publicação, formas de interação, a disposição do feed, o tipo de linguagem, o público ativo e a intenção desse público ao frequentar essa rede social. Tudo isso deve ser levado em conta dentro do planejamento de marketing, pois são fatores decisivos para criar uma boa campanha.

 

Facebook  

Disparado a maior rede social do mundo. Possui mais de 1 bilhão de usuários e é a mais utilizada no Brasil. Também é uma plataforma que abraça todo tipo de negócio, pois aceita textos, imagens, vídeos e possui um alto poder de engajamento das pessoas. Também é um canal que facilita muito o contato com o público-alvo, seja pelos comentários ou mensagens privadas.

 

No entanto, é preciso estar atento aos algoritmos que gerenciam o Facebook. Mesmo que a sua página tenha 500 mil seguidores, por exemplo, somente uma parcela deles terá uma publicação sua em seu feed. O Facebook faz isso para que as marcas invistam em publicidade, impulsionando os posts e alcançando um número maior de pessoas. Então, ao invés de achar que não está dando certo, coloque na cabeça que o planejamento anda junto com investimentos.

 

Twitter

 

Dinamismo e rapidez são duas boas palavras para descrever o Twitter. As grandes marcas estão em peso nessa rede social. Aqui, as publicações são instantâneas e o volume de publicações é muito alto, por isso você precisa ser bastante ativo para o seu conteúdo não ficar perdido no feed.

 

A linguagem costuma ser mais alegre e descontraída, sendo que os chamados memes são bastante utilizados. O Twitter abre espaço para uma comunicação mais leve e direta com o público, onde a instantaneidade se faz presente. No Facebook, por exemplo, houve a tentativa de implantar as hashtags, mas não tiveram muito sucesso. Já no Twitter é obrigatório o uso delas para quem busca conquistar o público-alvo. É uma das maneiras de ser encontrado.

 

Outra característica do Twitter é saber os assuntos que estão em alta no momento, aquilo que mais está sendo discutido. Fazendo uso do dinamismo da plataforma, você pode posicionar sua marca a respeito do assunto do dia, seja para falar algo sério ou para fazer uma brincadeira. Ah, e os assuntos em alta também são rápidos! Podem, inclusive, mudar várias vezes durante o dia. Por isso, especialmente no Twitter, você precisa ser um usuário ativo, senão ficará para trás.

 

Leia também:

– As emoções como ponto de partida do marketing de conteúdo

– Marketing de conteúdo para pessoas inovadoras

– 5 dicas para montar o seu primeiro plano de marketing

 

Instagram  

 

Produz o mesmo dinamismo do Twitter e exige a mesma tática de investimento do Facebook.

 

Instagram significa imagem, não tem como fugir disso. Ele possui um apelo visual enorme, por tanto, capriche na hora de publicar alguma coisa. Aqui, o uso de hashtags também é fundamental para que as publicações alcancem mais pessoas. É bastante utilizado por um público mais jovem e rápido, e é exatamente isso o que a plataforma oferece às marcas. A linguagem é semelhante à do Twitter, mais leve e direta.

 

Concentre os esforços na produção de uma boa imagem e que vá convencer o seu público sobre aquilo que você está publicando. O texto é secundário, escreva uma ou duas frases. Não é preciso se alongar muito, pois a informação principal deve estar na imagem.

Dois pontos importantes sobre Instagram:

 

 

YouTube   

 

Há pessoas que preferem ler, há pessoas que preferem assistir a vídeos. Por isso o YouTube é hoje a maior plataforma de vídeos do mundo.

 

É possível encontrar todo tipo de conteúdo, como tutoriais, dicas, tendências, opiniões, entretenimento, demonstração de produtos, etc. Diferentemente das plataformas anteriores, o YouTube vai exigir um pouco mais de esforço para que seja possível entregar um conteúdo de qualidade. Além desse conteúdo ser atrativo, você vai precisar de uma boa produção audiovisual. Entregar uma boa mensagem, mas com um produto mal produzido, pode não ser tão efetivo.

 

Linkedin 

 

Plataforma mais voltada para as empresas e o universo dos negócios. Não é uma rede social de interação com o público como as citadas anteriormente. Você pode usar o linkedin para estabelecer um bom networking com a sua área de atuação.

 

Analise o tom de comunicação da sua empresa, o seu objetivo, faça um planejamento e escolha a rede social que melhor se aplica ao seu negócio. A melhor maneira de fazer isso é contando com uma equipe qualificada de profissionais que trabalham na área. O Marketing Digital não exige gastos, mas sim investimentos.

3 Comentários

Publique um comenário