As emoções como ponto de partida do marketing de conteúdo

Se você souber identificar o que o seu cliente está sentindo e como trabalhar essa emoção, suas campanhas de marketing podem alcançar um resultado mais certeiro

 

A ideia de uma campanha é sempre associar uma imagem positiva ao seu produto/serviço, mostrando ao cliente que você está pronto para resolver os seus problemas. As pessoas são movidas por emoções, e são essas emoções que as fazem buscar por algo. Munido desse pensamento, você aumenta as chances de conquistar o seu público-alvo.

 

O consumidor busca alguma coisa, do contrário, você jamais faria uma venda. Tão importante quanto saber o que esse consumidor está buscando, é compreender que trabalhar com o seu emocional pode ser decisivo para lhe instigar, seja por sentimentos de alegria, amor, raiva, curiosidade e até mesmo de inveja. Uma campanha com esse propósito aumenta as chances de acerto, uma vez que você se mostrará empático com o seu público-alvo.

 

Curiosidade e desafio

 

Jamais duvide ou subestime a inteligência do seu cliente, mas desafie-a. Será que você consegue responder a essa pergunta? Quantas respostas você consegue acertar? Questões provocativas, além de instigar a curiosidade, também servem de desafio, não somente para uma pessoa, mas para as demais que a cercam, criando um sentimento de competitividade. Em outras palavras, isso significa maior engajamento e compartilhamento da sua campanha. Mais pessoas atingidas, ponto para você.

 

Leia também:

– Utilize conteúdo inteligente para a sua empresa

– Confie o marketing de conteúdo da sua empresa a uma equipe qualificada

– É decisivo aparecer na primeira página do google

 

Felicidade

 

O mesmo serve para o sentimento de alegria, principal alvo de compartilhamento em redes sociais, segundo estudo da USC Information Sciences Institute. As pessoas buscam estar bem, e isso as faz consumirem conteúdos que as deixem felizes e que passem uma mensagem positiva. Também é possível estabelecer uma corrente aqui, ou um viral, pois existe um sentimento de prazer quando a pessoa replica conteúdos positivos para quem faz parte do seu círculo social.

 

Irritação

 

Pode ser trabalhada levando em conta um exemplo bem simples: aquele cliente que não foi bem atendido por uma empresa concorrente. É claro que você não vai citar outra empresa em sua campanha, mas procure deixar claro para o cliente que você oferece praticidade, instantaneidade e que o seu produto/serviço é de fácil acesso. Com você, esse cliente não vai esperar e não vai passar por momentos de frustração. Conquiste-o mostrando que você pode ajudá-lo.

 

Medo

 

Por vezes, o cliente tem uma necessidade, mas ao mesmo tempo também tem receio de adquirir um produto/serviço que promete resolver o seu problema. Busque gerar essa confiança sem falar de você e dos benefícios que oferece, e sim deixando claro que você compreende os medos que cercam o cliente. Ele é o personagem principal, não você.

 

É sempre importante pegar a emoção inicial do cliente e saber transformá-la. A sua empatia com o que ele está sentindo pode ser um fator decisivo para conquistá-lo. Quer mais dicas para criar uma campanha qualificada para a sua empresa? Entre em contato conosco. Vamos buscar as melhores opções para o seu negócio.

Sem Comentários

Publique um comenário