Redes sociais: invista para aumentar as suas vendas

Redes Sociais são responsáveis por 21% do faturamento total do comércio eletrônico, que pode faturar até 79,9 bilhões de reias até o final de 2019

 

Não considerar o comércio eletrônico como uma opção para gerar mais vendas pode ser um erro. E se levarmos em conta as redes sociais e os números que elas alcançaram em vendas no ano passado no comércio eletrônico, esse erro fica ainda mais evidente.

Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), estima-se que o setor de e-commerce tenha um crescimento de 16% em relação a 2018, podendo chegar a um faturamento de R$ 79,9 bilhões até o final de 2019. Levando em conta ainda o ano passado, é visível a importância das redes sociais, quando elas foram responsáveis por 21% do número de vendas eletrônicas. Dentro desse número, Instagram ficou com 59% da fatia, enquanto Facebook registrou 37%, YouTube 3% e Pinterest 1%. Uma última informação importante antes de continuar: o Brasil é o segundo país com mais usuários no Instagram, perdendo somente para os Estados Unidos.

Alguma dúvida de que você precisa investir em comércio eletrônico nas redes sociais? Mas antes de pensar nisso, você tem que ter uma boa estratégia de vendas. É sobre isso que vamos falar nesse texto, a maneira como trabalhamos com os nossos clientes é um ótimo exemplo.

 

1º passo: estabelecemos um objetivo junto ao cliente

Antes de começar a publicar conteúdos nas redes sociais, é preciso saber o que se busca alcançar com essas publicações. Alguns exemplos são:

  • Clube do Comércio: conquistar dados de 200 possíveis clientes (leads) para campanha de verão para novos sócios;
  • Dimatos: alcançar R$ 45 mil reais de venda mensal

Para o caso específico de e-commerce, podemos citar o cliente Dimatos, pois possui catálogo de produtos tanto no Facebook quanto no Instagram.

 

2º passo: produzimos o conteúdo

Importante estabelecer o melhor formato de publicação (vídeos, share de blog, imagens, gifs, etc.), pois cada rede social possui públicos distintos. Feito isso, vão três dicas:

  • Utilizamos o conteúdo como condutor para levar o cliente para uma página de vendas, para um formulário de contato, uma landing page, sempre de acordo com o que foi estabelecido no 1º passo;
  • Analisamos o que já teve bom resultado e reutilizamos de maneira diferente. Já falamos sobre isso no texto 4 dicas para não ficar sem ideias.
  • Para publicações específicas, apostamos no alcance que podemos ter com influenciadores digitais, especialmente no Instagram onde esse tipo de material costuma trazer bons números

 

3º passo: analisamos os resultados

A análise no final do mês nos proporciona dados muito importantes para a continuação do trabalho. É onde apontamos tudo o que deu certo e o que pode melhorar para gerar resultados mais positivos. Uma vez que os algoritmos de Google, Facebook e Instagram estão em constante mudança, assim com o comportamento do próprio público, essa análise periódica é ponto chave para manter o planejamento em constante renovação.

 

Que fique claro que esses itens são somente alguns dos tantos que podem ser explorados em uma campanha de marketing nas redes sociais. É importante entender que cada negócio tem a sua particularidade, e a missão de uma agência é saber se moldar e trabalhar em cima disso.

 

Está interessado em gerar melhores resultados nas redes sociais? Precisa de um planejamento estratégico para isso? Conte conosco, nós temos as ferramentas necessárias para isso.

 

Leia também

5 passos para aumentar as suas vendas O que o marketing digital é capaz de fazer pela sua instituição de ensino?  Como transformar um contato da internet (lead) em um cliente real
Gerar leads para instituições de ensino
Sem Comentários

Publique um comenário