Delivery: um novo caminho para obter vendas lucrativas

Nos últimos anos, e especialmente nesse período de pandemia, as entregas de refeições por delivery vem se tornando parte da rotina de grande parte da população. As facilidades do delivery, que evita o deslocamento e permite que recebamos uma refeição de onde estivermos, é um dos maiores atrativos. Segundo o estudo Brasil Food Trends 2020, que analisou mudanças nos hábitos de alimentação dos brasileiros, a tendência é que as pessoas busquem cada vez mais conveniência e praticidade no momento das refeições. De acordo com a pesquisa, os consumidores procuram com cada vez mais frequência economizar tempo e esforços para se alimentar. 

Nesse contexto, grande parte das pessoas acaba optando pelo delivery. Segundo um levantamento feito pela Mobills, no primeiro semestre de 2020, os gastos com os principais aplicativos de delivery de comida (Rappi, IFood e Uber Eats) cresceram 103%. Outra pesquisa, realizada pelo site Betway Sports, apontou que o Brasil é o sétimo país que mais pede comida por delivery durante o isolamento social. Para além dos números, é fácil perceber no cotidiano o aumento da presença dos delivery em nossas vidas –  frequentemente nos deparamos com entregadores pelas ruas da cidade. 

Considerando o cenário apresentado, na atualidade, é essencial que negócios do ramo alimentício invistam nas entregas por delivery. Os aplicativos, como Ifood e UberEats, por exemplo, são ferramentas que oferecem excelentes oportunidades para expandir as vendas. No entanto, é preciso estratégia para garantir os lucros, pois os apps podem se tornar vilões devido às altas taxas cobradas. Nesse sentido, os cardápios digitais, as redes sociais e até mesmo o Google podem se tornar aliados no aumento das vendas do seu negócio. 

Nós, da Agência Entre Rios, elaboramos um projeto detalhado para assessorar, potencializar o processo de delivery e garantir bons resultados em vendas. Cadastre-se aqui para receber o conteúdo exclusivo. Queremos também apresentar nosso projeto de delivery pessoalmente para você, entre em contato e agende uma conversa. 

 

Leia também

Campanhas de matrícula em meio a pandemia: duas dicas e 8 passos Comunicação na pandemia: Case Escola Maria Imaculada – Da reação a ação Adaptação de escolas em regime remoto, ou seria regime digital?

 

Sem Comentários

Publique um comenário