4 dicas para não ficar sem ideia para conteúdos

Como parar de publicar não é uma opção, você precisa pensar em alternativas para manter o blog ativo para o público

 

Por vezes, uma das grandes dificuldades de manter um blog atualizado é a escolha do que escrever. Dependendo do tipo de conteúdo, ele pode acabar ficando escasso com o tempo. Quando isso acontece, parar não é uma opção. A saída é buscar enxergar esse conteúdo com outros olhos.

O foco não deve ser o tema a ser trabalhado, mas a persona que irá consumir o conteúdo. Aquelas velhas perguntas devem vir à tona, como o que ela quer, o que ela procura, quais seus anseios, etc. Não é o suficiente bater sempre na mesma tecla porque a sua empresa é de determinado ramo, é preciso ir além.

 

1. Pense na persona

O Instituto Cultural é um dos nossos clientes. Ele oferece diversos cursos de inglês, incluindo acompanhamento para quem deseja estudar nos Estados Unidos. Trabalhar somente o cursos, além de muito maçante para o leitor, seria escasso. A solução encontrada foi pensar na persona e no que ela gostaria de encontrar no blog.

Chegamos a textos sobre vocabulário, curiosidades do idioma em relação ao português, cultura e curiosidades sobre os Estados Unidos, dicas de cidades onde morar, tutorial de como emitir o visto, etc. Tudo isso faz parte de um escopo que leva em conta os interesses que uma pessoa que busca um curso de inglês pode ter.

 

2. Atualize os conteúdos

Sabe aqueles textos que melhor performaram no blog ao longo do tempo? Revisite-os. Avalie se não há alguma nova informação, ou uma informação que tenha mudado, ou ainda aborde um outro ponto de vista do mesmo assunto. Já falamos sobre isso aqui, chama-se reciclagem.

 

3. Onde buscar novas ideias

Há outros lugares além do seu blog para buscar novas ideias para textos. Dê uma olhadinha no que a concorrência está falando para se inspirar, por exemplo. Outra forma está no próprio Google. Se você digitar uma palavra-chave na busca, ele vai completar com algumas sugestões que podem ajudar a escrever novos conteúdos.

 

4. Palavras-chave

Existem diversas ferramentas para pesquisas de palavras-chave, como o Semrush, Ubersuggest (ele possibilita pesquisar palavras-chave a partir de um concorrente), Google Trends, entre outros gratuitos e pagos. Todos podem mostrar palavras e termos mais pesquisados pelos usuários dentro de um determinado assunto. Isso ajuda demais não somente na hora de escolher um tema, mas também a escrever justamente sobre o que o público está pesquisando.

Gostou do assunto? Ajudou a esclarecer um pouco a sua dúvida na hora de saber sobre o que escrever? Se quiser saber mais dicas sobre marketing de conteúdo, leia os nossos textos do blog ou entre em contato.

 

 

Leia também

5 dicas para produzir um texto de qualidade Webinar: 5 vantagens para melhorar a imagem da sua marca Marketing de conteúdo: Google Ads ou Facebook Ads, em qual investir?
Webinar notebook
Sem Comentários

Publique um comenário